quarta-feira, 9 de março de 2011

Amor de Carnaval - Parte 2

Lá estava seu novo amigo, a sua espera, sem camisa, fazendo todas as mulheres babarem por ele. Era um cara bonitão mesmo, que chamava a atenção e JH achou um cara “muito legal”, “pintoso”. Haviam conversado virtualmente quase à noite toda, se deram bem.
-Fala cara! Beleza?
-Beleza...
Aperto de mãos e sorrisos.
- Ai JH, esse bloco aqui ta fraquinho... Bora pra aquele outro lá, em Ipanema. O que você acha?
-Bora! Só se for agora!

Chegando lá, JH percebe a grande quantidade de homossexuais em tal bloco, e logo percebe que Max conhece muitos deles.

Logo, também, JH percebe que Max é gay... Mas como assim? Uma cara daquele tamanho? Chamariz de mulher e em nenhum       momento deu “pinta” que era...
JH não sabe como reagir, sai correndo, se arruma treta ou se simplesmente aceita o novo amigo. Mas algo mexe muito com ele nessa história toda e era disso que JH tinha medo...
JH sai à francesa. Some no meio da multidão...


O telefone toca, JH olha o identificador, era Max. JH respira fundo e atende:
-Alô
-Fala cara! Tu sumiu... Arrumô alguma mulherzinha lá no bloco?
-Porra cara, sabe o que é? Era um bloco gay... Quase não tinha mulher lá!
-Tem! Sempre tem gente sem preconceito. E eu pensei que você fosse um cara assim. Me enganei?
-Cara, eu não to acostumado com essa porra... Não tenho nada contra não, mas prefiro manter distância...
-Tá bom cara! Foi mal! Desculpa aê...

Max desligou o telefone... E JH ficou com aquela sensação de idiota, que só um preconceito pode trazer...


JH liga o computador, entra na internet e tenta esquecer o que aconteceu.  Entra no MSN e logo Carla, uma saradona gostosa da academia, diz:
-Oi...
JH fica feliz de uma mulher gostosa, finalmente, lhe dar atenção no carnaval.
E depois de muito blá, blá, blá, Carla faz a pergunta que pertuba JH:
-Quem era aquele amigo gostosão, que estava com você, no bloco de sábado?
-Ah.. Bom, olha eu conheci ele naquele dia! Mas é que, bem, o cara é gay...
-Hã? E daí? Continua sendo gostoso... Olha, minha fantasia sempre foi transar com dois gostosões, igual a você e seu amigo, ao mesmo tempo. Podíamos marcar algo, hein? O eu acha?
-Eu... Bem... Eu não sei... Se ele é gay, não vai querer sair com uma mulher.
-Querido, você, pelo visto, não entende NADA disso... Me dá o telefone dele! Eu mesmo marco um encontro a três, duvido que ele vá negar!

JH não sabe o que fazer... E com a certeza que Max não irá aceitar tal proposta, JH passa o telefone do amigo gay para a loira sarada sem pudores.

Continua... 

5 comentários:

Diego Novaes disse...

Oi, Faby!!!

Esse cara vai acabar se revelando hein? Ai tem! Muito preconceito geralmente revela desejos escondidos...

Ótimo conto! Tô esperando pelo final!

Vem cá, me diz uma coisa: você já tá na EBA? Passou no vestibular afinal?

Beijos

Colaborador Agite disse...

Oi Fabiana, tem uma promoção super bacana lá no Agite do livro "A Hospedeira"
Participe! http://t.co/bCCvOSO

Jaime Guimarães disse...

Essa Carla, pelo visto, é ENTENDIDA mesmo ;)

E acho que isso vai acabar...com o JH arregando. Ou topando e a tal Carla armando tudo para uma situação bem...íntima pros dois "bróder".

=*

Sra Silvia Wayne disse...

Hummm sei...esse dai vai se revelar isso sim.
Cara mais muito maneiro vc ter abordado o tema,nem sei pq ainda me surpreendo com vc né Desbocada?
Beijos adorei como sempre(continuação rápido please)

Simone P. Cardoso disse...

Oi moça. Saudades.
Adooorei os contos. Estou ansiosa para ler o final.
Esse cara vai se revelar.....

Beijocas