domingo, 15 de novembro de 2009

Será esse o começo do fim?


Eu fiquei impressionada com essa reportagem do programa global Fantástico exibida dia 08/11.
A humanidade capitalista só pensa no presente.
Algo tem que ser feito pois essa mesma humanidade terá seu futuro ameaçado por conta
das 
atitudes do presente. Não dá para fechar os olhos e fingir que não está acontecendo, por que está acontecendo nesse momento diante dos nossos olhos e talvez nossos filhos e netos  não saibam o quanto a natureza é bela. Dá muito trabalho pensar no futuro? Enquanto não doer no bolso dos líderes mundiais nenhuma atitude será 
tomada?
O homem é o único animal que destrói seu próprio habitat...
Será esse o começo do fim?

sábado, 7 de novembro de 2009

Pastor Goku

Quero deixar bem claro que não tenho nada contra Evangélicos ou qualquer outra religião. Sou inclusive adepta da campanha liberdade religisa, pois cada um sabe onde se sente bem.
Mas esse video ficou muito engraçado! Dei muita gargalhada! Os efeitos sonoros cairam muito bem, parece até que estou vendo uma luta, mas na verdade é um culto religioso... Como eu disse cada um acredita no que quer e eu respeito isso, respeito acima de tudo a condição humana.

"OS POLÍTICOS E AS FRALDAS DEVEM SER MUDADOS FREQUENTEMENTE E PELA MESMA RAZÃO". (Barão de Itararé )


                                                                 

Esses selinhos eu copiei do blog Cravo e Canela:http://cravoecaneladegabriela.blogspot.com/

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

A botija.

   Foi lá para o ano de 2005 ou 2006, não lembro... Minha avó veio de Recife para nos visitar. Muita história contava, daquelas da roça mesmo. Uma das histórias chamou muito minha atenção, a história da botija.
  Botija para quem não sabe são tesouros enterrados por fazendeiros ricos em potes de barro ou baú de madeira, na época não existia caderneta de poupança e como a sociedade era patriarcal os homens escondiam suas fortunas das mulheres em buracos na terra ou paredes. O problema e que eles morriam e ninguém nunca mais sabia de tal tesouro. Dizem que a alma da pessoa fica vagando até alguém desenterrar a botija. Reza a lenda que isso tem que ser feito a meia noite, sozinho e com muita coragem e fé pois aparições, gritos, gemidos, risos de tudo aparece para impedir que a pessoa desenterre o tesouro e liberte o desencarnado.
  Engraçado que ontem (na verdade hoje, pois era 01:00 da manhã) resolvi transformar a narrativa nordestina em um conto.
  Sozinha digitava, o silêncio era total, mas barulhinhos esquisitos a minha volta começaram a me chamar atenção. Não conseguia parar de digitar, fora a imensa impressão de estar sendo observada e que não estava sozinha na sala. Confesso que a sensação não era muito boa, e não consegui ir até o final, comecei a ficar com medo, pois os barulhos, como se fosse gemidos, ficaram mais intensos. Todos dormiam e resolvi desligar o computador e seguir o mesmo caminho do sono.
 Confesso também que estou meio travada em terminar tal conto que trata de almas penadas e tesouros enterrados, quando hoje de manhã reli o que já havia escrito uma coisa chamou muito a minha atenção, aquele modo de escrever não é meu...
SINISTRO..........................................................................................



Eu hein!!!!!!!!!!!! Sai para lá!!!!
E você acredita nessas coisas?