segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Sobre pentelhos, doritos e salame. Ah, o tempo...

   Cai na real quando minha melhor amiga disse ter encontrado um pentelho branco na perereca! Ela disse: - Sá porra!
Lógico que corri pra procurar os meus, mas felizmente (por enquanto!) nenhum pentelho branco na perereca! Porém levei uma rasteira do ponteiro cruel do tempo: Cabelos brancos! Achei alguns no meio da minha vasta cabeleira tingida de vermelho. As raízes apontavam White Hair se destacando da galera, pareciam os zumbis da série Game of Thrones, gritei, corri, bati pé feito criança, não tem jeito, tive que soltar um: Sá porra!!!  TRINTA E CINCO ANOS, até que demorou a despontar meus branquinhos, mas para quem demorou tanto a aparecer, não ficaria nem um pouco chateada se demorasse mais um pouquinho, podia fazer a egípcia à vontade, mas não, meus cabelos brancos vieram e seguimos a vida. Então, vocês ai, Deuses dos Cabelos e Pentelhos brancos: Na perereca, esperem pelo menos os quarenta anos, por favor! Grata! (Depois “nós” negocia uns feitiços...)
   Não adianta! Se você ai tem menos de trinta anos não vai entender o que é começar a envelhecer. É um processo demorado sim, mas quando percebemos tá lá: cabelos brancos, pentelhos brancos, a pele já não é a mesma... Até emagrecer fica mais difícil. Lembro que fazia dieta há 10 anos e ZUuuuuuuummmmmmmmm, emagrecia. Hoje em dia? Hoje em dia eu passo fome, choro, fico deprê, corro, caminho, trepo e sabe quanto perco na balança? Sei lá, 300 gramas. CARALHO!!! TREZENTAS gramas!!! Trezentas gramas, MEU AMOR, eu peço de salame, aliás: I Love salame! Doritos com salame, salame, doritos e cerveja... Hummmmm... Comer é bom demais!!!<3 .="" bom.="" cerveja="" com="" comer="" doritos="" e="" i="" love="" muito="" n="" o:p="" o="" porra="" s="" salame...="" salame="">
   Mas lógico que nem tudo é tão ruim... A idade não só traz sensações ruins. Hoje me sinto um mulherão, segura, cabeça feita, não aceito que mandem em mim, nem no meu corpo. Eu era mais bobinha, mais vendida para as padronagens do mundo, da sociedade e para falar a verdade essa história de cabelo branco e nossas neuras com envelhecer já é um padrão implantado na nossa cabeça. Já reparou que vilãs de desenhos e filmes sempre carregam esse estigma? Coloquei duas imagens de personagens aqui pela postagem, espero que percebam esse pequeno detalhe, a ligação do envelhecer ao ser “mau” e principalmente: Por que cismamos com cabelos brancos femininos e homens são até exaltados quando ficam grisalhos? Já pararam para pensar? Enfim...


   Apesar de não ter mais aquele corpão que tinha, me sinto mais bonita, mais segura, mais experiente. Gasto mais um pouco com maquiagem e tinta de cabelo sim, mas me sinto mais bonita, por dentro e por fora, pois hoje sei usar meus pontos fracos e pontos fortes sempre a meu favor e quer saber? Quando os branquinhos forem muitos vou assumir mesmo, no maior estilo Meryl Streep de ser (elegantérrima!!!). Bom, quanto aos pentelhos? Vou pensar até lá, no mais fecha a conta, passa a máquina e tá tudo certo!

                                                Eu me amo I Love me todinha.