sábado, 30 de janeiro de 2010

Naquele ônibus...

Acordou cedo, a mulher e os filhos ainda dormiam... Já no ponto de ônibus pensava como estava cansado daquela semana, não houve tempo para concluir seus pensamentos a condução se aproximava. Um número grande de pessoas entravam e quase que por último entrou. Não conseguindo se mexer, os odores (bons e ruins) se misturavam, dividiam uma intimidade de toque que muitas vezes com seu melhor amigo não teve a vida toda...

Foi quando se deparou com uma situação muito inusitada. Estava encaixado com uma mulher a sua frente, e de tão apertado pode sentir toda sua intimidade, todo seu cheiro... Não dava para ver direito mas era uma bela mulher (pelo menos de costas parecia) os cabelos voavam em seu rosto e seu cheiro doce pôde ser sentido levemente. Tentou se afastar mas não havia como se mover, queria sair dali, daquela situação, mas não conseguia. Começou a ficar nervoso e pensava: como ele marido, pai, fiel , temente a Deus não conseguia se controlar defronte aquele RABO enorme! O vai e vem do ônibos não ajudava o encaixe era perfeito e por mais que controlase chegou a imaginar um sexo animal.. quando não tinha mais forças para lutar contra seu impulso animal, um espaço vagou...
Rapidamente se afastou da tentação, mas seu membro ardia incontrolavelmente, sentou-se e olhava para a janela sentiu vergonha e medo. Foi se acalmando e a condução ficando vazia...

4 comentários:

Sra Wayne disse...

ahhahahahahahahahhahaaaa...sempre tu cara.
Realmente cada situação q se passamos nessa vida...Pior q nom tem nada de muito inrreal nisso sabia?

Gossip e Poisons. disse...

HAHAHA bem maneiro *-*
tô seguindo ok?

Rodrigo Cavaleiro disse...

Hehehe... ônibus é mesmo uma maravilha !!
http://vocevaisobreviver.blogspot.com/2009/10/pelo-caminho-os-encontros.html

=) Para você entender um pouquinho ^^

Diego Novaes disse...

QUASE, hein??

Esse cara quase fez um sexo animal contra a própria vontade, hehe!

Beijocas, Fabi!!