quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Triste Natal

Em outros tempos já teria escancarado, metendo o malho no natal! Afinal o natal é o ápice do consumismo, capitalismo. Os amigos mais chegados sabem que não sou muito fã dessa data, acho-a muito triste e desigual, enquanto uns ostentam fartura outros passam fome. Mas atualmente é complicado escrever sobre essa data. Afinal hoje sou mãe de uma menininha de 1 ano e 10 meses. A maternidade muda muito esse aspecto, afinal tudo para ela ainda é mágico e novo, não posso desmoronar a alegria de uma criança que não tem nem dois anos de idade.
O povo gasta MUITO, enche os shoppings e o bolso dos empresários! Olha economicamente falando isso é bom para o país. Mas será que o Natal perdeu seu sentido primário? Será que as pessoas lembram que essa data nada mais é do que a comemoração do nascimento de Jesus (assim dizem, pois tenho minhas dúvidas com relação à data) para os cristãos o filho de Deus, para outras religiões um grande Profeta e para alguns ele não existiu... Seja lá quem ele foi (Jesus) deixou um grande ensinamento sobre caridade, perdão, amor ao próximo e outras mil lições que poucos lembram ao deparar-se com uma mesa farta e um presentinho debaixo da árvore.
O consumismo tomou nossas crianças, que parecem condicionadas a pedir presentes caros e da moda. O canal de desenho parece um verdadeiro comércio consumista infantil, os empresários aproveitam o horário e pegam pesado na concorrência. Não há criança que lembre o verdadeiro sentido do natal frente a tanta novidade. Os pequenos consumidores são o grande lucro do Natal.
Sem querer ser piegas, mas já sendo, não preciso lembrar que muita gente na data de hoje não vai ter nem o que comer, e que para elas o sentido do natal também se perde. Eu sei bem o que é para uma criança ficar sem presente de natal, eu já fiquei. Naquele momento vi que o Natal para alguns não existe e muito menos o papai Noel.
Hoje chorei em frente ao computador, procurando fotos para colocar em meu blog deparei-me com fotos de fome e miséria. Optei por não coloca-las, mas todos nos temos a consciência do que realmente acontece por ai, mundo a fora.
Grandes desafios terei a minha frente, tendo que educar uma criança em um mundo capitalista e mesquinho.

Que o sentido do Natal toque seu coração hoje e sempre!
Feliz Natal a todos!

3 comentários:

Pedro disse...

Heeey...
Esse é o tal do Natal do homem mau!!
Hhehhehehe

Hoje em dia as pessoas não importam com o real siginificado dessa data , so se importam com presentes , festas....As feestas podem até ser legais ( não na minha família , aqui eles tiram a noite pra falar mal e criticar os outros :"Passa mais um ano e o Pedro não muda..."e outras coisas do genero!!

=)
Não gosto do Natal , so gosto dos enfeits e tal!!
=)

BLOGUEIRO EXECUTIVO disse...

O significado do natal está bem distorcido, devemos refletir de maneira distinta... sobre a realidade que o natal propõe em suas metas e valores criados!

Simone P. Cardoso disse...

Oi moça!
Caramba, foi transmissão de pensamento entre os nossos blogues né?!
Adorei o seu texto.
Boa sorte e que você tenha muita sabedoria para educar sua filhinha. Que tenha sabedoria para fazer todas as melhores escolhas.

Boa sorte e feliz 2010.

Bjs, Simone